quinta-feira, 30 de dezembro de 2010


" ...Você é quem decide o que vai ser eterno em você, no seu coração...Deus nos dá o dom de eternizar em nós o que vale a pena, e esquecer definitivamente aquilo que não vale... "
 Ainda bem que o tempo passa! Já imaginou o desespero que tomaria conta de nós se tivéssemos que suportar uma segunda feira eterna?
A beleza de cada dia só existe porque não é duradoura. Tudo o que é belo não pode ser aprisionado, porque aprisionar a beleza é uma forma de desintegrar a sua essência. Dizem que havia uma menina que se maravilhava todas as manhãs com a presença de um pássaro encantado. Ele pousava em sua janela e a presenteava com um canto que não durava mais que cinco minutos. A beleza era tão intensa que o canto a alimentava pelo resto do dia. Certa vez, ela resolveu armar uma armadilha para o pássaro encantado. Quando ele chegou, ela o capturou e o deixou preso na gaiola para que pudesse ouvir por mais tempo o seu canto.
O grande problema é que a gaiola o entristeceu, e triste, deixou de cantar.
Foi então que a menina descobriu que, o canto do pássaro só existia, porque ele era livre. O encanto estava justamente no fato de não o possuir. Livre, ele conseguia derramar na janela do quarto, a parcela de encanto que seria necessário, para que a menina pudesse suportar a vida. O encanto alivia a existência... Aprisionado, ela o possuía, mas não recebia dele o que ela considerava ser a sua maior riqueza: o canto!
Fico pensando que nem sempre sabemos recolher só encanto... Por vezes, insistimos em capturar o encantador, e então o matamos de tristeza.
Amar talvez seja isso: Ficar ao lado, mas sem possuir. Viver também.
Precisamos descobrir, que há um encanto nosso de cada dia que só poderá ser descoberto, à medida em que nos empenharmos em não reter a vida.
Viver é exercício de desprendimento. É aventura de deixar que o tempo leve o que é dele, e que fique só o necessário para continuarmos as novas descobertas.
Há uma beleza escondida nas passagens... Vida antiga que se desdobra em novidades. Coisas velhas que se revestem de frescor. Basta que retiremos os obstáculos da passagem. Deixar a vida seguir. Não há tristeza que mereça ser eterna. Nem felicidade. Talvez seja por isso que o verbo dividir nos ajude tanto no momento em que precisamos entender o sentimento da tristeza e da alegria. Eles só são suportáveis na medida em que os dividimos...
E enquanto dividimos, eles passam, assim como tudo precisa passar.
Não se prenda ao acontecimento que agora parece ser definitivo. O tempo está passando... Uma redenção está sendo nutrida nessa hora...
Abra os olhos. Há encantos escondidos por toda parte. Presta atenção. São miúdos, mas constantes. Olhe para a janela de sua vida e perceba o pássaro encantado na sua história. Escute o que ele canta, mas não caia na tentação de querê-lo o tempo todo só pra você. Ele só é encantado porque você não o possui.
E nisto consiste a beleza desse instante: o tempo está passando, mas o encanto que você pode recolher será o suficiente para esperar até amanhã, quando o pássaro encantado, quando você menos imaginar, voltar a pousar na sua janela.
 
“...Hoje, neste tempo que é seu, o futuro está sendo plantado...As escolhas que você procura, os amigos que você cultiva, as leituras que você faz, os valores que você abraça, os amores que você ama, tudo será determinante para a colheita futura...”

Fonte: http://dougsimplesassim.blogspot.com/

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Feliz 2011


Dentro de pouco tempo, como um trem, um Ano Novo vai chegar a esta estação.

Se não puder ser o maquinista, seja o mais divertido passageiro.

Procure um lugar próximo a janela e desfrute cada uma das paisagens que o tempo lhe oferecer, com o prazer de quem realiza a primeira viagem.

Não se assuste com os abismos, nem com as curvas que não lhe deixam ver os caminhos que estão por vir.

Procure curtir a viagem da vida, observando cada arbusto, cada riacho, beiras de estrada e tons mutantes de paisagem.

Desdobre o mapa e planeje roteiros. Preste a atenção em cada ponto de parada e fique atento ao apito da partida. E quando decidir descer na estação onde a esperança lhe acenou, não hesite. Desembarque nela junto com seus sonhos.

Desejo que a sua viagem pelos dias de 2011 seja de PRIMEIRA CLASSE =)

terça-feira, 23 de novembro de 2010

...O que significa amar uma pessoa?...”


Pode parecer confuso, mas é um alento. Olhe para o lado: estamos vivendo numa era em que pessoas matam em briga de trânsito, matam por um boné, matam para se divertir. Além disso, as pessoas estão sem dinheiro. Quem tem emprego, segura. Quem não tem, procura. Os que possuem um amor desconfiam até da própria sombra, já que há muita oferta de sexo no mercado. E a gente corre pra caramba, é escravo do relógio, não consegue mais ficar deitado numa rede, lendo um livro, ouvindo música. Há tanta coisa pra fazer que resta pouco tempo pra sentir.

Por isso, qualquer sentimento é bem-vindo, mesmo que não seja uma euforia, um gozo, um entusiasmo, mesmo que seja uma melancolia. Sentir é um verbo que se conjuga para dentro, ao contrário do fazer, que é conjugado pra fora.

Sentir alimenta, sentir ensina, sentir aquieta. Fazer é muito barulhento.

Sentir é um retiro, fazer é uma festa. O sentir não pode ser escutado, apenas auscultado. Sentir e fazer, ambos são necessários, mas só o fazer rende grana, contatos, diplomas, convites, aquisições. Até parece que sentir não serve para subir na vida.

Uma pessoa triste é evitada. Não cabe no mundo da propaganda dos cremes dentais, dos pagodes, dos carnavais. Tristeza parece praga, lepra, doença contagiosa, um estacionamento proibido. Ok, tristeza não faz realmente bem pra saúde, mas a introspecção é um recuo providencial, pois é quando silenciamos que melhor conversamos com nossos botões. E dessa conversa sai luz, lições, sinais, e a tristeza acaba saindo também, dando espaço para uma alegria nova e revitalizada. Triste é não sentir nada.

http://dougsimplesassim.blogspot.com/

domingo, 14 de novembro de 2010


"A saudade é um lago transparente a refletir sempre a imagem da pessoa ausente."

terça-feira, 2 de novembro de 2010

Histórias novas???


"O sofrimento prepara a alma para a visão de coisas novas".
Li essa frase hoje, num momento muito propício. Coisas novas aparecem... como num passe de mágica. Apareceu para mim... do nada.
O sofrimento foi como o raio, antecedendo o "Trovão" (kkkk), que fez um barulho enorme e balançou meus sentimentos e me deixou nessa tempestade de confusão.
E agora??? Sentimentos de insegurança, dúvidas e medo surgiram sim. Principalmente o medo de me apaixonar. Como poderia ser diferente.... sendo que ainda estou com a sua imagem, dormindo ao meu lado, na minha mente. Momentos maravilhosos, pena que esses quase dois dias juntos não duraram 1 mês, kkkkkkk.
História nova com mundos tão diferentes, será que é possível???

sábado, 30 de outubro de 2010

Difícil


Se eu pudesse fazer uma mágica, com certeza faria desaparecer,simplesmente extinguir os amores impossíveis, platônico ou não correspondido. Se o amor é algo tão bom, que nos faz feliz, por que precisa existir esses tipos citados acima???
Difícil encarar uma pessoa com quem se sonhou por algum tempo e viveu tantos momentos bons e apenas dizer: "oi, tudo bem???" como se fosse alguém que acabou de conhecer.
Difícil olhar para quem se ama e não poder demonstrar nenhum tipo de sentimento a não ser o desprezo, quando na verdade seu coração está apertado e te pedindo para envolver a pessoa amada em um abraço que dure para sempre.
Ontém o tempo voou. Eu queria que a noite se prolongasse por 3 dias.
Por que ainda sinto vontade de estar perto?
Por que sinto tanto a sua falta?
Por que seu olhar e seu sorriso ainda permaneceram na minha cabeça até que eu pegasse no sono???
Muito difícil conviver com meus sentimentos por você.
"Tanto, te quero tantoooo, se ao menos você soubesseeee." (Skank)

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Encontre um homem que te chame de linda em vez de gostosa ♥ Que te ligue de volta quando você desligar na cara dele ♥ Que deite embaixo das estrelas e escute as batidas do seu coração ♥ ou que permaneça acordado só para observar você dormindo ♥ Espere pelo homem que te beije na testa ♥ Que queira te mostrar para todo mundo ♥ mesmo quando você está suando ♥ Um homem que segure sua mão na frente dos amigos ♥ Que te ache a mulher mais bonita do mundo ♥ mesmo quando você está sem nenhuma maquiagem ♥ e que insista em te segurar pela cintura ♥ Aquele que te lembra constantemente o quanto ele se preocupa com você ♥ e o quanto sortudo ele é por estar ao seu lado ♥ Espere por aquele que esperará por você... ♥ Aquele que vire para os amigos e diga: é ELA!!!.♥´¨`♥•.¸.•♥´•

domingo, 17 de outubro de 2010

Saudades o que é isso??



Eu sinto saudades. Coisa estranha essa tal de saudade. Você não vê, não pega, mas ela está ali. Saudade dói. Dói forte. É como se alguém estivesse apertando o seu coração; estrangulando-o. É uma dor imaterial. Não dá pra fazer curativos. Mas há consistência neste imaterial. Eu sinto saudade dos sonhos. Dos tempos que passamos juntos, das coisas que fizemos juntos, da quebradeira que fizemos, dos papos de madrugada falando sobre a vida, de rirmos juntos. as carícias trocadas. De tudo que poderia ter sido. Não foi. Dos planos loucos. Eu sinto saudade também do que não existiu. Queria tanto que tivesse existido. Eu sinto saudades. Ela mora em mim. Um dia para de doer. Ela está começando a ir embora. E eu já sinto saudades.
(Tirado de um orkut)

sábado, 25 de setembro de 2010

Tem dia que nos sentimos caminhando de salto em areia...com o vento, pois bem, ele levanta poeira sim...o amor só é inteiro e grande quando construído com pequenas porções: nas atitude, gestos, em palavras! O vento sopra...ela escuta The hart of saturday night...sente o calor do sol em seus olhos, a vida é um presente!
Gabriela Cardadeiro

domingo, 19 de setembro de 2010


[...] A alma cria a beleza para parar de sofrer. Pessoas felizes não precisam criar. Elas podem simplesmente se entregar ao gozo da sua felicidade.Mas a dor faz nascer o impulso criativo. Ostra que não sofre, morre ostra. Ostra que sofre, vira artista. Do seu sofrimento nasce a pérola...(Rubem Alves)

domingo, 12 de setembro de 2010

O medo e o amor

Há duas forças motivadoras básicas: o medo e o amor. Quando estamos com medo, podemos nos retirar da vida. Quando amamos, estamos abertos a tudo que a vida tem para oferecer com paixão,emoção e aceitação. Precisamos aprender a nos amar primeiro, em toda nossa glória e imperfeições. Se não podemos amar a nós mesmos, não podemos abrir completamente a nossa capacidade de amar os outros ou o nosso potencial para criar...

sábado, 11 de setembro de 2010

Não sacrifique o dia de hoje pelo de amanhã.
Se você se sente infeliz agora,
tome alguma providência agora, pois
só na sequência dos agoras é que você existe.
(Clarice Lispector)

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

PRINCÍPIO DO VÁCUO - Joseph Newton



(Inspirador para o momento que estou vivendo, rsrsrs).

Você tem o hábito de juntar objetos inúteis no momento, acreditando que um dia (não sabe quando) poderá precisar deles? Você tem o hábito de juntar dinheiro só para não gastá-lo, pois no futuro poderá fazer falta? Você tem o hábito de guardar roupas, sapatos, móveis, utensílios domésticos e outros tipos de equipamentos que já não usa há um bom tempo?

E dentro de você? Você tem o hábito de guardar mágoas, ressentimentos, raivas e medos?
Não faça isso. É antiprosperidade. É preciso criar um espaço, um vazio, para que as coisas novas cheguem em sua vida. É preciso eliminar o que é inútil em você e na sua vida, para que a prosperidade venha. É a força desse vazio que absorverá e atrairá tudo o que você almeja. Enquanto você estiver material ou emocionalmente carregado de coisas velhas e inúteis, não haverá espaço aberto para novas oportunidades. Os bens precisam circular.

Limpe as gavetas, os guarda-roupas, o quartinho lá do fundo, a garagem. Dê o que você não usa mais. A atitude de guardar um monte de coisas inúteis amarra sua vida. Não são os objetos guardados que emperram sua vida, mas o significado da atitude de guardar.

Quando se guarda, considera-se a possibilidade da falta, da carência. É acreditar que amanhã poderá faltar, e você não terá meios de prover suas necessidades. Com essa postura, você está enviando duas mensagens para o seu cérebro e para a vida: primeira: você não confia no amanhã e, Segunda: você acredita que o novo e o melhor não são para você, já que se contenta em guardar coisas velhas e inúteis.

Desfaça-se do que perdeu a cor e o brilho. E deixe entrar o novo em sua casa e dentro de você!

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

O laço e o abraço - Mário Quintana


Meu Deus! Como é engraçado!
Eu nunca tinha reparado como é curioso um laço... uma fita dando voltas.
Enrosca-se, mas não se embola, vira, revira, circula e pronto: está dado o laço.
É assim que é o abraço: coração com coração, tudo isso cercado de braço. É assim que é o laço: um abraço no presente, no cabelo, no vestido, em qualquer coisa onde o faço.
E quando puxo uma ponta, o que é que acontece? Vai escorregando... devagarzinho, desmancha, desfaz o abraço. Solta o presente, o cabelo, fica solto no vestido.
E, na fita, que curioso, não faltou nem um pedaço.
Ah! Então, é assim o amor, a amizade.
Tudo que é sentimento. Como um pedaço de fita. Enrosca, segura um pouquinho, mas pode se desfazer a qualquer hora, deixando livre as duas bandas do laço. Por isso é que se diz: laço afetivo, laço de amizade.
E quando alguém briga, então se diz: romperam-se os laços. E saem as duas partes, igual meus pedaços de fita, sem perder nenhum pedaço.
Então o amor e a amizade são isso...
Não prendem, não escravizam, não apertam, não sufocam.
Porque quando vira nó, já deixou de ser um laço!

sábado, 21 de agosto de 2010

Amante

"Muitas pessoas têm um amante e outras gostariam de ter um. Há também as que não têm, e as que tinham e perderam.
Geralmente são essas últimas as que vêem ao meu consultório para me contar que estão tristes ou que apresentam sintomas típicos de insônia, apatia, pessimismo, crises de choro ou as mais diversas dores.
Elas me contam que suas vidas transcorrem de forma monótona e sem perspectivas, que trabalham apenas para sobreviver e que não sabem como ocupar seu tempo livre. Enfim, são várias as maneiras que elas encontram para dizer que estão simplesmente perdendo a esperança.
Antes de me contarem tudo isto, elas já haviam visitado outros consultórios, onde receberam as condolências de um diagnóstico firme: "Depressão", além da inevitável receita do anti-depressivo do momento. Assim, após escutá-las atentamente, eu lhes digo que elas não precisam de nenhum anti-depressivo; digo-lhes que elas precisam de um AMANTE! É impressionante ver a expressão dos olhos delas ao receberem meu conselho. Há as que pensam: "Como é possível que um profissional se atreva a sugerir uma coisa dessas?!" Há também as que, chocadas e escandalizadas, se despedem e não voltam nunca mais.
Àquelas, porém, que decidem ficar e não fogem horrorizadas, eu explico o seguinte: AMANTE é "aquilo que nos apaixona". É o que toma conta do nosso pensamento antes de pegarmos no sono e é também aquilo que, às vezes, nos impede de dormir. O nosso AMANTE é aquilo que nos mantém distraídos em relação ao que acontece à nossa volta. É o que nos mostra o sentido e a motivação da vida. Podemos encontrar o nosso amante em nosso parceiro, que nos desperta as maiores paixões e sensações incríveis. Também podemos encontrá-lo na pesquisa científica ou na literatura, na música, na política, no esporte, no trabalho, na necessidade de transcender espiritualmente, na boa mesa, no estudo ou no prazer obsessivo do passatempo predileto... Enfim, é "alguém" ou "algo" que nos faz "namorar" a vida e nos afasta do triste destino de "ir levando". E o que é "ir levando"? Ir levando é ter medo de viver. É o vigiar a forma como os outros vivem, é o se deixar dominar pela pressão, perambular por consultórios médicos, tomar remédios multicoloridos, afastar-se do que é gratificante, observar decepcionado cada ruga nova que o espelho mostra, é se aborrecer com o calor ou com o frio, com a umidade, com o sol ou com a chuva.
Ir levando é adiar a possibilidade de desfrutar o hoje, fingindo e se contentar com a incerta e frágil ilusão de que talvez possamos realizar algo amanhã. Por favor, não se contente com "ir levando"; procure um amante, seja também um amante e um protagonista da SUA VIDA... Acredite: o trágico não é morrer; afinal a morte tem boa memória e nunca se esqueceu de ninguém. O trágico é desistir de viver; por isso, e sem mais delongas, procure um amante ..."

"PARA SE ESTAR SATISFEITO, ATIVO E SENTIR-SE JOVEM E FELIZ, É PRECISO NAMORAR A VIDA"

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Viva com paixão

Saia de casa só pelo gosto de caminhar.
Sorria para todos.
Faça um álbum de família.

Conte estrelas.
Telefone para seus amigos.
Diga ''gosto muito de você''!

Converse com Deus.
Volte a ser criança, Pule corda.
Apague de vez a palavra ''rancor''.
Diga ''sim''.
Dê uma boa risada!
Leia um livro.

Peça ajuda.
Corra.
Cumpra uma promessa.
Cante uma canção.
Lembre o aniversário de seus amigos.
Ajude alguém doente.
Pule para se divertir.
Mude de penteado.
Seja disponível para escutar

Deixe seu pensamento viajar.
Retribua um favor.
Termine aquele projeto.
Quebre uma rotina.
Tome um banho de espuma,
Escreva uma lista de coisas que lhe dão prazer.
Faça uma gentileza.
Escute os grilos.
Agradeça a Deus pelo Sol.

Aceite um elogio. Perdoe-se.
Deixe que alguém cuide de você.
Demonstre que está feliz.
Faça alguma coisa que sempre desejou.
Toque a ponta dos pés.
Olhe com atenção uma flor.
Só por hoje evite dizer ''não posso''.
Cante no chuveiro.
Viva intensamente cada minuto de vida.

Inicie uma tradição familiar.
Faça um piquenique no quintal.
Não se preocupe.
Tenha coragem das pequenas coisas.
Ajude um vizinho idoso.
Afague uma criança.
Reveja fotos antigas.
Escute um amigo.
Feche os olhos e imagine as ondas do mar.

Brinque com seu mascote.
Permita-se brilhar.
Dê uma palmadinha nas suas proprias costas.
Torça pelo seu time.
Pinte um quadro.
Cumprimente um novo vizinho.
Compre um presente para você mesmo.
Mude alguma coisa.
Delegue tarefas.

Diga ''bem vindo!'' a quem chegou.
Permita que alguém o ajude.
A-gra-de-ça!
Saiba que não está só.
Decida-se a viver com ''paixão'',
sem ela, nada de grande se consegue.

domingo, 1 de agosto de 2010

Guerra do coração partido John Mayer



Raios caindo
No fundo, uma chance de me manter acordado a noite
Sonho em meios
De fazer você entender minha dor

Nuvens de enxofre no ar
Bombas caindo em todo lugar
É uma guerra do coração partido
Uma vez que você queira começar
Ninguém realmente ganha
Em uma guerra do coração partido

Se você quer mais amor
Por que não me diz então?
Se você quer mais amor
Por que não me diz então?

Deixe escapar o nome dele
Enfie e gire a faca novamente
Veja meu rosto
Enquanto eu finjo não sentir nenhuma dor

Nuvens de enxofre no ar
Bombas caindo em todo lugar
É uma guerra do coração partido
Uma vez que você queira começar
Ninguém realmente ganha
Em uma guerra de coração partido

Se você quer mais amor
Por que não me diz então?
Se você quer mais amor
Por que não me diz então?

Então apenas diga...

Como pode o único meio de você ver o quão bem você me faz
É ver o quão mal eu posso ficar
Só Deus sabe o quanto eu te amaria se você me deixasse
Mas eu não posso me entregar por inteiro

É uma dor, um coração partido

Eu não ligo se a gente não dormir nada esta noite
Vamos apenas resolver isso tudo agora
Eu juro por Deus que vamos fazer isso certo
Se você abaixar suas armas
Vinho tinto e no final
Você está falando besteiras de novo, É uma guerra do coração partido
Bom saber que é apenas um jogo
Desapontamento tem um nome, É guerra do coração partido.

terça-feira, 20 de julho de 2010

Homenagem aos meus amigos de perto e de longe, que de alguma forma me fazem sentir especial por se preocuparem, por me apoiarem e sempre terem uma palavra amiga ou até mesmo uma baladinha para me chamar quando estou triste, rsrsrs.
"Amigos são os irmãos que Deus nos permitiu escolher".


sexta-feira, 16 de julho de 2010

É frustrante tentar te encontrar em outro alguém!!

terça-feira, 13 de julho de 2010

Se um cachorro fosse professor... (Texto de Ramiro Ros)



Se um cachorro fosse professor, você aprenderia coisas assim:

Quando alguém que você ama chega em casa, corra ao seu encontro.

Nunca perca uma oportunidade de ir passear.

Permita-se experimentar o ar fresco do vento no seu rosto.

Mostre aos outros que estão invadindo o seu território.

Tire uma sonequinha no meio do dia e espreguice antes de levantar.

Corra, pule e brinque todos os dias.

Tente se dar bem com o próximo e deixe as pessoas te tocarem.

Não morda quando um simples rosnado resolve a situação.

Em dias quentes, pare e role na grama, beba bastante líquidos e deite debaixo da sombra de uma árvore.

Quando você estiver feliz, dance e balance todo o seu corpo.

Não importa quantas vezes o outro te magoa, não se sinta culpado...volte e faça as pazes novamente.

Aproveite o prazer de uma longa caminhada.

Se alimente com gosto e entusiasmo.

Coma só o suficiente.

Seja leal.

Nunca pretenda ser o que você não é.

E o MAIS importante de tudo....

Quando alguém estiver nervoso ou triste, fique em silêncio, fique por perto e mostre que você está ali para confortar.

A amizade verdadeira não aceita imitações!!!

E NÓS PRECISAMOS APRENDER ISTO COM UM ANIMAL QUE DIZEM SER IRRACIONAL!!!!

Saudades

Hoje parei para pensar na vida, kkkkk... não sei se pq meu chefe está em reunião e eu estou num momento zen (zenchefe... kkkkk). Só sei que comecei a sentir saudades de algumas coisas, momentos, pessoas, sentimentos e situações... às vezes é bom sentir saudades... nos faz relembrar momentos felizes... o ruim é a dorzinha no peito que dá quando lembramos de algo que infelizmente, mesmo que a gente queira, não volta nunca mais... relacionei algumas coisas que me vieram à cabeça.... vamos lá:

Saudades...
Saudades das brincadeiras de criança;
Saudades dos amigos de infância e coleguinhas do prédio;
Saudades das artes, brincadeiras e amiguinhos imaginários que eu e meu irmão inventávamos;
Saudades da pré-escola, da primeira professora e da minha primeira interpretação teatral como Nossa Senhora do presépio de Natal... kkkk;
Saudades das noites de sábado assistindo "Viva a noite" e comendo pizza de Mussarela;
Saudades do frio na barriga do primeiro dia de aula na "escola grande";
Saudades dos passeios de fim de semana com meu pai e das vezes que ele levava uma cambada de crianças para o cinema e era obrigado a assistir o mesmo filme pelo menos umas três vezes;
Saudades do pão-de-batata da cantina da escola que mandava seu cheiro até a sala de aula para nos avisar que o intervalo estava quase para começar;
Saudades das travessuras nas aulas chatas e das colas nunca descobertas;
Saudades dos primeiros amores e do primeiro beijo;
Saudades das férias e das viagens em família;
Saudades de ter uma família e do aconchego do meu lar. De, ao chegar em casa, sentir o cheiro de roupa limpa no varal e do feijão cozinhando;
Saudades de quando ganhei o meu irmãozinho, das desculpas de levá-lo aos lugares de criança só para poder me divertir também e da competição de arroto no cinema vazio quando o levava para assistir filmes da Disney nas minhas férias escolares;
Saudades das tardes entre amigos em casa, fazendo tarefas e trabalhos do colégio ou apenas nos divertindo e vendo filmes mesmo;
Saudades das minhas tardes na casa das amigas (Ex: na casa da Erika e Rachel e na casa da Mona);
Saudades da minha formatura do 3º colegial (minha primeira "balada"), dos amores platônicos e dos amigos dessa época;
Saudades da felicidade do primeiro emprego e do primeiro salário, da sensação de "agora eu posso tudo", kkk
Saudades dos primeiros colegas de trabalho;
Saudades do redescobrimento da fé e do amor por Deus (thanks SNT e Bispo Wesley);
Saudades das viagens com o pessoal da igreja (retiros, excursões para Brasília e acampamentos de Carnaval e Páscoa);
Saudades da empolgação do primeiro namoro, das tardes em casa e do meu pai apelidando-o de chicletinho;
Saudades do primeiro "rolinho" do trabalho, dos bilhetinhos escondidos dentro das máquinas fotográficas, dos olhares e risadinhas disfarçadas, da trilha sonora, dos e-mails maravilhosos e do bat local (de encontro);
Saudades dos momentos entre amigos da igreja, das festas, das noites na minha casa jogando detetive, dos lanches maravilhosos feitos pela minha mãe para recebê-los e das muitas risadas;
Saudades de um companheiro, amigo, namorado, que me fez crescer e me mostrou uma outra visão de mundo... a ser quem eu sou (não ligando a mínima para o que as pessoas falam ou pensam) e de querer sempre ser grande (só não tenho saudades do sentimento de decepção);
Saudades das primeiras viagens sozinha com o namô, das primeiras baladas de verdade e de outras primeiras coisas mais, hehehe;
Saudades da faculdade... bem... apenas de alguns (bons) momentos e algumas pessoas;
Saudades das muitas viagens feitas (Búzios, Salvador, Ilhabella, etc);
Saudades da minha mãe (distância é f...);
Saudades das amizades que por algum motivo (bobo ou alheio a minha vontade) ficaram para trás ou se acabaram;
Saudades dos amigos que moram longe (Ex: Fernanda Medina, Leandro Gil);
Saudades das pessoas que sinto saudades mas infelizmente (por algum motivo) não posso estar perto;
Saudades das famílias que, por algum tempo, fiz parte;
Saudades de alguns momentos bons ao lado de uma pessoa que amei incondicionalmente (mesmo ela não tendo merecido nem um pouquinho, rsrs...);
Saudades de tudo que ainda tenho pra viver. (Essa pelo menos ainda poderei matar)

quinta-feira, 24 de junho de 2010

Preciso urgentemente jogar fora todo o rancor e mágoas do passado... assim, conseguirei seguir sendo mais feliz...

quinta-feira, 10 de junho de 2010



Dê a quem vc ama: asas para voar, raizes para voltar e motivos para ficar !! adorei esta frase!!!!

sábado, 29 de maio de 2010

"... Você pode decidir sentir o que quiser, mas eu te amo e vou te amar para sempre. Mesmo que a gente nunca mais se veja, você já me trouxe de volta à vida, e isso é muita coisa."
(Elizabeth Gilbert - Comer, Rezar e Amar)

It only hurts when I´m breathing - Shania Twain
Tradução:

Espero que a vida tenha sido boa para você
desde que partiu
Eu vou bem agora – finalmente segui em frente
Não é tão ruim assim – Não estou tão triste

Não estou surpresa de como sobrevivi tão bem
Já superei o pior, e me sinto tão viva
Não posso reclamar – estou livre de novo

Refrão:
E só machuca quando eu estou respirando
Meu coração só se parte quando bate
Meus sonhos só morrem quando estou sonhando
Então, eu prendo minha respiração – pra esquecer

Não pense que estou por aí chorando à noite
Não há por que se preocupar, estou bem de verdade
Na verdade, eu nunca olhei pra trás

Refrão:

domingo, 23 de maio de 2010

"O porto seguro da minha mente é uma baía aberta, o único acesso à ilha do meu Eu (uma ilha jovem e vulcânica, sim, mas fértil e promissora). Essa ilha já passou por algumas guerras, é verdade, mas agora está comprometida c/ a paz, sob a batuta de um novo líder (eu) q instaurou novas poíticas p/ proteger o lugar. E agora - q a boa nova seja espalhada pelos sete mares - há nos autos leis muito, muito mais rígidas quanto a quem pode adentrar esse porto seguro.
Vc não pode mais vir aqui c/ seus pensamentos duros e abusivos, c/ seus navios de pensamentos assolados pela peste, c/ seus navios negreiros de pensamentos - todos eles serão rachaçados. Da mesma forma, quaisquer pensamentos cheios de exilados, zangados ou famintos, de descontentes e de panfleteiros, de amotinados e de assassinos violentos, de prostitutas desesperadas, de cafetões e de passageiros clandestinos - vcs tbém não podem mais vir aqui. Pensamentos canibais, por motivos óbvios não serão mais recebidos. Até mesmo os missionários serão cuidadosamente revistados p/ avaliar sua sinceridade. Este é um porto pacífico, entrada p/ uma ilha bonita e orgulhosa, q está apenas começando a cultivar a tranquilidade. Se vcs respeitarem essas novas leis, meus caros pensamentos, então serão bem vindos na minha mente - senão, eu os devolverei novamente ao mar de onde vieram. Essa é minha missão e ela nunca vai terminar".
(Trecho do livro Comer Rezar e Amar - Elizabeth Gilbert)

sábado, 22 de maio de 2010

Texto maravilhoso do livro: Comer Rezar Amar - Elizabeth Gilbert

"É impossível ver o próprio reflexo em águas movimentadas, isso só é possível em águas paradas".
..."comecei a pensar em quanto tempo da minha vida eu gasto me debatendo de um lado para o outro como um peixão procurando o ar ou desvencilhando-me de alguma preocupação desconfortável, ou então saltitando alegremente em direção de mais prazer ainda. E me perguntei se poderia ser útil para mim (e para aqueles que carregam o fardo de me amar) se eu conseguisse aprender a ficar parada e suportar um pouco mais, sem me deixar sempre arrastar pela estrada esburacada das circunstâncias".
"Na busca por Deus, vc se afasta do que te atrai e nada em direção aquilo que é difícil. Abandona seus hábitos reconfortantes e conhecidos com a esperança (e mera esperança) de que alguma coisa melhor lhe vai ser oferecida em troca daquilo de que você abriu mão".
"A fé é uma forma de dizer: 'Sim, aceito previamente a maneira como o universo funciona, e acredito previamente naquilo que hoje sou incapaz de entender. Fé é a crença naquilo que não se pode ver, prever ou tocar. Fé é mergulhar de cabeça e em velocidade total rumo à escuridão"
"A prece é um relacionamento: metade do trabalho é meu. Se eu quiser transformação, mas se quer for capaz de articular qual exatamente é o meu objetivo, como ela pode ocorrer? Metade do que se ganha com a prece está no próprio ato de pedir, de oferecer uma intenção claramente articulada e refletida. Se você não tiver isso, todas as suas súplicas e desejos não tem sustento, são desconjuntadas, inertes. Então eu agora paro todas as manhãs para buscar dentro de mim mesma a especificidade daquilo que estou realmente pedindo. Formular prece autentica - se não me sinto sincera, permaneço no chão até isso acontecer. O que funcionou ontém nem sempre funciona hoje.
Sinto que o destino também é um relacionamento - uma interação entre a graça divina e o esforço pessoal direcionado. Sobre metade dele vc não tem o menor controle; a outra metade está completamente nas suas mãos, e as suas ações terão consequencias perceptíveis. O homem não é marionete dos deuses, nem tampouco é o senhor do seu próprio destino; ele é um pouco de ambos. Galopamos pela vida como artistas de circo, equilibrados em 2 cavalos q correm lado a lado a toda velocidade com um pé sobre um cavalo chamado "destino" e o outro chamado "livre arbítrio". A pergunta que vc precisa fazer todos os dias é "qual cavalo é qual?" Com qual cavalo devo parar de me preocupar, por que ele não está sob meu controle, e qual deles preciso guiar com esforço concentrado? "
"Você precisa aprender a escolher seus pensamentos do mesmo jeito que escolhe as roupas que vai usar a cada dia. Se vc quisesse tanto assim controlar as coisas da sua vida, trabalhe com a sua mente. Ela é a única coisa que vc deveria estar tentando controlar. Reconhecer a existência dos pensamentos negativos, entender de onde vieram e por que apareceram e então - com grande capacidade de perdoar e com grande coragem - mandá-los embora.
Não vou mais abrigar pensamentos que não forem saudáveis".

sábado, 8 de maio de 2010

Depressão e Solidão

"Aproximam-se de mim , silenciosas e ameaçadoras como detetives particulares, e me cercam - a Depressão pela esquerda, a Solidão pela direita. Sequer precisam me mostrar seus distintivos. Eu as conheço muito bem. Há anos que temos brincado de gato e rato. Embora eu reconheça que estou surpresa por reencontrá-las neste elegante jardim italiano ao entardecer. Elas não combinam com este lugar.
Pergunto a elas: "Como vocês me encontraram aqui? Quem disse à vocês que eu tinha vindo para Roma?"
A Depressão sempre bancando a esperta diz: "Como assim, não está feliz em nos ver?"
"Vá embora", digo a ela.
A solidão, a mais sensíveldas duas diz: Desculpe, mas eu talvez precise seguir a senhora durante toda a sua viagem. É a minha missão"
"Eu preferia que você não fizesse isso", digo-lhe, e ela dá de ombros, quase pedindo desculpas, mas se aproximando ainda mais.
Então elas me revistaram. Esvaziaram meus bolsos de qualquer alegria que eu tivesse carregando aqui. A depressão chega a confiscar minha identidade; mas ela sempre faz isso. Então a Solidão começa a me interrogar , coisa que detesto porque sempre dura horas. Ela é educada, mas implacável, e sempre acaba me encurralando. Pergunta se eu acho que tenho algum motivo para estar feliz. Pergunta por que estou sozinha esta noite, outra vez. Pergunta (embora já tenhamos passado por esse mesmo interrogatórios vezes sem conta) por que não consigo manter um relacionamento, por que arruinei meu casamento, por que estraguei tudo com David, por que estraguei tudo com todos os homens que já tive. Pergunta-me onde eu estava na noite em que completei 30 anos, e por que as coisas azedaram tanto desde então. Pergunta por que não consigo me recuperar, e por que não estou nos Estados Unidos, morando em uma bela casa e criando belos filhos, como qualquer mulher respeitavel da minha idade deveria fazer. Pergunta por que, exatamente, eu acho que mereço umas férias em Roma, quando transformei minha vida em tamanho caos. Pergunta por que acho que fugir para a Itália como um estudante universitária vai me fazer feliz. Pergunta onde acho que vou estar quando ficar velha, se continuar vivendo assim.
Volto a pé para casa, esperando conseguir me livrar delas, mas elas continuaram a me seguir, essas duas capangas. A Depressão me segura firme pelo ombro e a Solidão me bombardeia com seu interrogatório. Sequer tenho forças para jantar; não quero que elas fiquem me espionando. Também não quero que subam as escadas até o meu apartamento, mas conheço a Depressão, e sei que ela carrega um cassetete, então não há como impedí-la de entrar, se ela decidir que quer fazer isso.
"Não é justo vocês virem aqui", digo à Depressão. "Já paguei vocês. Já cumpri a minha pena lá em Nova York".
Mas ela simplesmente me dá aquele sorriso sombrio, acomoda-se em minha cadeira preferida e acende um charuto, enchendo o aposento com sua fumaça desagradável. A Solidão olha aquela cena e dá um suspiro, em seguida deita-se na minha cama e se cobre com as cobertas, inteiramente vestida, de sapato e tudo. Estou sentindo que vai me obrigar a dormir com ela de novo esta noite".

Trecho do livro "Comer, rezar e amar", para ilustrar um momento de Solidão... hehehe

quinta-feira, 22 de abril de 2010

A doçura

"Doçura é a capacidade de ver que há algo bom em tudo. Profundamente, em cada pessoa e situação há algo bom. Só precisamos um pouco de paciência para ver e encontrar. Quando somos capazes de compreender o segredo por trás do que está acontecendo, isto automaticamente traz doçura à nossa vida. Seja o que aconteça durante o dia, devemos ser capazes de ver o lado bom nisso. Mesmo se não conseguirmos, devemos manter a fé de que tudo o que acontece é para melhor."
"Doçura funciona como uma força magnética que atrai os outros.
Ela extingue o fogo da raiva e muda o comportamento deles.
Doçura não é tentar agradar com finalidades egoístas, mas indica uma intenção de ajudar as pessoas a permanecerem felizes e em paz. A doçura natural não é enjoativa mas verdadeira. Ela surge quando nos tornamos completos.
Bom humor e gentileza estão imersos nela. E leveza é a companheira constante dela."

terça-feira, 13 de abril de 2010

“...Não acrescente dias a sua vida, mas vida aos seus dias...”

quinta-feira, 8 de abril de 2010

Reflexão - chocante mas real

Estava limpando minha caixa de e-mails e encontrei uma mensagem que uma amiga minha me mandou em setembro do ano passado, quando estava triste por certos acontecimentos... como essa reflexão me fez pensar na vida, resolvi compartilhar:
"Feche os olhos... fechou?... Imagine vc, deitada num caixão... chocante, né?
Mas continue pensando... vc linda , jovem, mas deitada imóvel naquela caixa horrível... Imaginou??? Imagine todas as pessoas q te amam e aquelas q vc ama, seus amigos, colegas de trabalho, etc... todos ao redor de vc, chorando... tristes... e vc, vendo-os sem poder fazer nada, falar nada... ruim, né?
Agora para piorar, imagine a tampa do caixão fechando... as pessoas que te rodeavam chorando mais ainda... vc vendo seus sonhos, projetos, etc, ficando do lado de fora e aquela sensação horrível de "acabou" te consumindo... tudo ficando escuro e em breve não restará nada, somente o escuro... ficou escuro????
Agora abra os olhos.... clareou, né??? Pense que vc está viva... que tem inúmeras páginas em branco para vc preencher na sua vida... olha q legal??? Precisamos aprender a dar valor a cada dia vivido... pq um dia, essa cena será real... será q a gente viveu? Será q a gente foi feliz? Se fez feliz???? A vida nem sempre é uma festa, mas já que estamos aqui, temos q comemorar".

quarta-feira, 7 de abril de 2010

Período de conclusões e finalizações... livrar-me do que não quero mais, do que não me faz bem... Afinal ... 7 meses... muito tempo para paralizações. Em 7 meses fui formada (gerada) apressadinha, né? Eu sei. Fiquei impressionada ao me dar conta de como o tempo passa rapidamente... portanto esse é o momento para praticar afirmações positivas... tipo: "A cada dia minhas metas se tornam mais claras". Hora de acordar e ser uma pessoa mais ativa na busca dos meus objetivos... ter certeza do que quero e fazer boas escolhas. Tudo se resolverá...

terça-feira, 6 de abril de 2010

Infância

Nesse feriado de Páscoa viajei para SC, lugar em que eupassava todas as minhas férias quando era pequena (pois ainda não podia escolher meu destino, rs). Passeando na rua da casa da minha tia, me deparei com essa paisagem que me fez lembrar da infância... me bateu aquela saudade, de quando eu achava que o mundo era meu. Andando de bicicleta nessa mesma rua, me sentia livre de todas as (pequenas) preocupações e medos. Tempo bom, quem dera se pudesse voltar... segue um texto muito legal, que eu não sei de quem é, mas que fala da infância, fase em que somos muito sábios e autoconfiantes... pena que crescemos e esquecemos algumas coisas, não é mesmo????

Tudo o que eu precisava saber, eu aprendi no Jardim da Infância
Tudo o que hoje preciso realmente saber, sobre como viver, o que fazer e como ser, eu aprendi no jardim de infância. A sabedoria não se encontrava no topo de um curso de pós-graduação, mas no montinho de areia da escola de todo dia.
Estas são as coisas que aprendi:
1. Compartilhe tudo;
2. Jogue dentro das regras;
3. Não bata nos outros;
4. Coloque as coisas de volta onde pegou;
5. Arrume sua bagunça;
6. Não pegue as coisas dos outros;
7. Peça desculpas quando machucar alguém; mas peça mesmo !!!
8. Lave as mãos antes de comer e agradeça a Deus antes de deitar;
9. Dê descarga; (esse é importante)
10. Biscoitos quentinhos e leite fazem bem para você;
11. Respeite o limite dos outros;
12. Leve uma vida equilibrada: aprenda um pouco, pense um pouco... desenhe... pinte... cante... dance... brinque... trabalhe um pouco todos os dias;
13. Tire uma soneca a tarde; (isso é muito bom)
14. Quando sair, cuidado com os carros;
15. Dê a mão e fique junto;
16. Repare nas maravilhas da vida;
17. O peixinho dourado, o hamster, o camundongo branco e até mesmo a sementinha no copinho plástico, todos morrem... nós também.

Pegue qualquer um desses itens, coloque-os em termos mais adultos e sofisticados e aplique-os à sua vida familiar, ao seu trabalho, ao seu governo, ao seu mundo e vai ver como ele é verdadeiro, claro e firme. Pense como o mundo seria melhor se todos nós, no mundo todo, tivéssemos biscoitos e leite todos os dias por volta das três da tarde e pudéssemos nos deitar com um cobertorzinho para uma soneca. Ou se todos os governos tivessem como regra básica, devolver as coisas ao lugar em que elas se encontravam e arrumassem a bagunça ao sair. Ao sair para o mundo é sempre melhor darmos as mãos e ficarmos juntos. É necessário abrir os olhos e perceber que as coisas boas estão dentro de nós, onde os sentimentos não precisam de motivos nem os desejos de razão.

"O importante é aproveitar o momento e aprender sua duração, pois a vida está nos olhos de quem souber ver"...

quarta-feira, 31 de março de 2010

A FELICIDADE PODE DEMORAR (Luís Fernando Veríssimo)

Às vezes as pessoas que amamos nos magoam, e nada podemos fazer senão continuar nossa jornada com nosso coração machucado.
Às vezes nos falta esperança. Às vezes o amor nos machuca profundamente, e vamos nos recuperando muito lentamente dessa ferida tão dolorosa.
Às vezes perdemos nossa fé, então descobrimos que precisamos acreditar, tanto quanto precisamos respirar...é nossa razão de existir.
Às vezes estamos sem rumo, mas alguém entra em nossa vida, e se torna o nosso destino.
Às vezes estamos no meio de centenas de pessoas, e a solidão aperta nosso coração pela falta de uma única pessoa.
Às vezes a dor nos faz chorar, nos faz sofrer, nos faz querer parar de viver, até que algo toque nosso coração, algo simples como a beleza de um pôr do sol, a magnitude de uma noite estrelada, a simplicidade de uma brisa batendo em nosso rosto.
É a força da natureza nos chamando para a vida.
Você descobre que as pessoas que pareciam ser sinceras e receberam sua confiança, te traíram sem qualquer piedade.
Você entende que o que para você era amizade, para outros era apenas conveniência, oportunismo.
Você descobre que algumas pessoas nunca disseram eu te amo, e por isso nunca fizeram amor,
apenas transaram...
Descobre também que outras disseram eu te amo uma única vez.
E agora temem dizer novamente, e com razão, mas se o seu sentimento for sincero poderá
ajudá-las a reconstruir um coração quebrado.
Assim ao conhecer alguém, preste atenção no caminho que essa pessoa percorreu, são fatores
importantes: a relação com a família, as condições econômicas nas quais se desenvolveu.
(dificuldades extremas ou facilidades excessivas formam um caráter), os relacionamentos anteriores e as razões do rompimento, seus sonhos, ideais e objetivos.
Não deixe de acreditar no amor. Mas certifique-se de estar entregando seu coração para alguém
que dê valor aos mesmos sentimentos que você dá.
Manifeste suas idéias e planos, para saber se vocês combinam. E certifique-se de que quando estão juntos, aquele abraço vale mais que qualquer palavra.
Esteja aberto a algumas alterações, mas jamais abra mão de tudo, pois se essa pessoa te deixar, então nada irá lhe restar.
Tenha sempre em mente que às vezes tentar salvar um relacionamento, manter um grande amor, pode ter um preço muito alto se esse sentimento não for recíproco.
Pois em algum outro momento essa pessoa irá te deixar e seu sofrimento será ainda mais intenso, do que teria sido no passado.
Pode ser difícil fazer algumas escolhas, mas muitas vezes isso é necessário.
Existe uma diferença muito grande entre conhecer o caminho e percorrê-lo.
A tristeza pode ser intensa, mas jamais será eterna.
A felicidade pode demorar a chegar, mas o importante é que ela venha para ficar e não esteja apenas de passagem...

"...Façamos da interrupção um caminho novo....Da queda um passo de dança...do medo uma escada...do sonho uma ponte...da procura um encontro..."(Fernando Sabino)
"...Hoje eu não sei dizer. Só sei sentir. Há dias em que as palavras não são capazes de traduzir o sentimento. Bom mesmo é ser compreendido, mesmo quando não sabemos dizer...Amar é uma forma de crer em silêncio!..." (Desconheço o autor da frase)

terça-feira, 30 de março de 2010

Concentre-se nesta sentença:

"Para ter algo que nunca teve, é preciso fazer algo que nunca fez.' Quando Deus nos tira alguma coisa, Ele não está nos punindo, simplesmente está abrindo nossas mãos para que tenhamos como receber algo melhor.

Chega uma hora na vida em que você descobre:
Quem interessa,
Quem nunca interessou,
Quem não interessa mais....
E quem ainda vai interessar.
Portanto, não se preocupe com quem já fez parte do seu passado;
Há um motivo para não estarem no seu futuro.
(Enviado por e-mail pelo amiguinho Silvio)

segunda-feira, 29 de março de 2010

Ah o Amor!!! (Sempre ele)


Ninguém ama outra pessoa pelas qualidades que ela tem, caso contrário os honestos, simpáticos e não fumantes teriam uma fila de pretendentes batendo a porta.
O amor não é chegado em fazer contas, não obedece à razão. O verdadeiro amor acontece por empatia, por magnetismo, por conjunção estelar. Ninguém ama outra pessoa porque ela é educada, culta, inteligente, veste-se bem e é fã do Caetano. Isso são só referenciais.
**Ama-se pelo cheiro, pelo mistério, pela paz que o outro lhe dá, ou pelo tormento que provoca.
**Ama-se pelo tom de voz, pela maneira que os olhos piscam, pela fragilidade que se revela quando menos se espera.
Você ama aquela petulante. Você escreveu dúzias de cartas que ela não respondeu, você deu flores que ela deixou a seco.
Você gosta de rock e ela de chorinho, você gosta de praia e ela tem alergia a sol, você abomina o Natal e ela detesta o Ano Novo, nem no ódio vocês combinam.

Então?
Então que ela tem um jeito de sorrir que o deixa mobilizado, o beijo dela é mais viciante do que LSD, você adora brigar com ela e ela adora implicar com você. Isso tem nome.

Você ama aquele cafajeste. Ele diz que vai ligar e não liga, ele veste o primeiro trapo que encontra no armário. Ele não emplaca uma semana nos empregos, está sempre duro, e é meio galinha. Ele não tem a menor vocação para príncipe encantado e nem assim você não consegue despachá-lo.
Quando a mão dele toca na sua nuca, você derrete feito manteiga. Ele toca gaita na boca, adora animais e escreve poemas.
Por que você ama este cara? Não pergunte pra mim.

Você é inteligente. Lê livros, revistas, jornais. Gosta dos filmes dos irmãos Coen e do Robert Altman, mas sabe que uma boa comédia romântica também tem seu valor. É bonita. Seu cabelo nasceu para ser sacudido num comercial de xampu e seu corpo tem todas as curvas no lugar.
Independente, emprego fixo, bom saldo no banco. Gosta de viajar, de música, tem loucura por computador e seu fettucine ao pesto é imbatível. Você tem bom humor, não pega no pé de ninguém e adora sexo. Com um currículo desse , criatura, por que está sem um amor?
Ah, o amor, essa raposa...
Quem dera o amor não fosse um sentimento, mas uma equação matemática: eu linda + você inteligente = dois apaixonados.
Não funciona assim. Amar não requer conhecimento prévio nem consulta ao SPC. Ama-se justamente pelo que o Amor tem de indefinível. Honestos existem aos milhares, generosos têm às pencas, bons motoristas e bons pais de família, ta assim, ó!

Mas ninguém consegue ser do jeito que o amor da sua vida é ou quer!
Pense nisso.
Arnaldo Jabor

(Não sei se esse texto é do Jabor mesmo, só sei que é perfeito. Me lembrou o filme que assisti esse fim de semana que se chama "A verdade nua e crua"... vale a pena assistir!!! Nem vou contar toda a história mas fala de uma mulher que se dava mal com os homens e conhece um cara no seu emprego que começa a ajudá-la a ser irresistível aos homens. Ela consegue conquistar seu vizinho maravilhoso e coisas inesperadas acontecem... e o melhor, sem explicação nenhuma!!! Ai ai ai... o que dizer??? Realmente queria encontrar a equação perfeita do amor... =/)
"Vergonha na cara é um produto que está em falta no mercado, principalmente na versão for men" - by me, como estou criativa kkkkkkkkkkkk

terça-feira, 23 de março de 2010

Distância

Às vezes a palavra distância significa algo muito, muito longe... usa-se a expressão por exemplo "a léguas de distância"... mas às vezes ela pode também significar apenas quatorze andares de um prédio.
=(

segunda-feira, 22 de março de 2010

Para alguém que não falo mais

Por mais que estejamos distantes...
Por mais que não nos falamos mais...
Por mais que não saiba de teus projetos...
(e que não faça mais parte de nenhum deles, se é q um dia fiz, rs).
Por mais que não ouça teus desejos...
Por mais que tenhamos nos perdido no tempo e espaço...
Ainda te desejo coisas boas...
Pois (apesar de tudo) deixastes boas e coloridas lembranças.
Mais enfim... a vida é assim ... bola pra frente...
As coisas poderiam ter sido de outra maneira, mas quem é que dita as regras???
Quem por acaso escreve os scripts das nossas vidas?
(Se eu soubesse, juro que teríamos uma conversa muito séria... rs)
Neste dia lembrei de ti... é uma data especial, com certeza...
Deus e os anjos comemoram...
Seja feliz sempre!!!!

domingo, 21 de março de 2010

Coisas mal resolvidas, ou que se resolve na vida mas não no coração...

" O tempo ñ cura tudo.Aliás, o tempo ñ cura nada, o tempo apenas tira o incurável do centro das atenções!" Martha Medeiros -

Trancar o dedo numa porta dói. Bater com o queixo no chão dói. Torcer o tornozelo dói. Um tapa, um soco, um pontapé, dóem. Dói bater a cabeça na quina da mesa, dói morder a língua, dói cólica, cárie e pedra no rim. Mas o que mais dói é saudade.
Saudade de um irmão que mora longe. Saudade de uma cachoeira da infância. Saudade do gosto de uma fruta que não se encontra mais. Saudade do pai que já morreu. Saudade de um amigo imaginário que nunca existiu. Saudade de uma cidade. Saudade da gente mesmo, quando se tinha mais audácia e menos cabelos brancos. Dóem essas saudades todas.
Mas a saudade mais dolorida é a saudade de quem se ama. Saudade da pele, do cheiro, dos beijos. Saudade da presença, e até da ausência consentida. Você podia ficar na sala e ele no quarto, sem se verem, mas sabiam-se lá. Você podia ir para o aeroporto e ele para o dentista, mas sabiam-se onde. Você podia ficar o dia sem vê-lo, ele o dia sem vê-la, mas sabiam-se amanhã. Mas quando o amor de um acaba, ao outro sobra uma saudade que ninguém sabe como deter.

Saudade é não saber. Não saber mais se ele continua se gripando no inverno. Não saber mais se ela continua clareando o cabelo. Não saber se ele ainda usa a camisa que você deu. Não saber se ela foi na consulta com o dermatologista como prometeu. Não saber se ele tem comido frango de padaria, se ela tem assistido as aulas de inglês, se ele aprendeu a entrar na Internet, se ela aprendeu a estacionar entre dois carros, se ele continua fumando Carlton, se ela continua preferindo Pepsi, se ele continua sorrindo, se ela continua dançando, se ele continua pescando, se ela continua lhe amando.

Saudade é não saber. Não saber o que fazer com os dias que ficaram mais compridos, não saber como encontrar tarefas que lhe cessem o pensamento, não saber como frear as lágrimas diante de uma música, não saber como vencer a dor de um silêncio que nada preenche.

Saudade é não querer saber. Não querer saber se ele está com outra, se ela está feliz, se ele está mais magro, se ela está mais bela. Saudade é nunca mais querer saber de quem se ama, e ainda assim, doer.

Martha Medeiros

terça-feira, 9 de março de 2010

Manhã diferente


“...Apesar dos nossos defeitos, precisamos enxergar que somos personagens únicas no teatro da vida e entender que não existem pessoas de sucesso e pessoas fracassadas...O que existem são pessoas que lutam pelos seus sonhos ou as que desistem deles...”

Sou uma pessoa que nunca desisto dos meus sonhos, embora alguns deles às vezes se tornem difíceis de acreditar que vão se realizar. Hoje mesmo, no meu trajeto para o trabalho vim pensando na questão de um deles. Como é difícil realizar algo que não depende só de você, não é mesmo...
Mas foi só pensar e chamar a existência, recebi um sinal pela manhã de que o que eu quero já está sendo providenciado... preciso apenas acreditar mais.

terça-feira, 2 de março de 2010

E essa postagem me lembrou algo novo qua aconteceu na minha vida e que espero que continue a acontecer, rsrsrs....

De você sei quase nada
Pra onde vai ou porque veio
Nem mesmo sei
Qual é a parte da tua estrada
No meu caminho
Será um atalho
Ou um desvio
Um rio raso
Um passo em falso
Um prato fundo
Pra toda fome
Que há no mundo
Noite alta que revele
Um passeio pela pele
Dia claro madrugada
De nós dois não sei mais nada
De você sei quase nada
Pra onde vai ou porque veio
Nem mesmo sei
Qual é a parte da tua estrada
No meu caminho
Será um atalho
Ou um desvio
Um rio raso
Um passo em falso
Um prato fundo
Pra toda fome
Que há no mundo
Se tudo passa como se explica
O amor que fica nessa parada
Amor que chega sem dar aviso
Não é preciso saber mais nada


Reflexões sobre final de relacionamento (Extraído do livro Melancia - Marian Keys)

"... A pessoa que escrevia os diálogos da minha vida trabalhava numa telenovela de péssima qualidade"

"Sabem como é. Às vezes você conhece uma pessoa maravilhosa, mas apenas por um rápido instante.Talvez em férias, num trem ou até numa fila de ônibus. E essa pessoa toca sua vida por um momento, mas de uma maneira especial. E, em vez de lamentar o fato de ela não poder ficar com você por mais tempo ou por você não ter a oportunidade de conhecê-la melhor, não é mais sensato ficar satisfeito por ter chegado a conhecê-la um dia?"

"Supere isso e, se não puder superar, supere o vício de falar a respeito".

"Vocês conhecem aquele instante, no final de um relacionamento, quando todos os nossos amigos se reúnem em torno de nós e dizem uma porção de coisas aborrecidas, como "Tem muito homem por aí" e "Ele jamais a faria feliz". Bem, quando eles chegam ao trecho sobre "Com o tempo tudo isso passa", tente lutar contra seu impulso inicial de dar um soco no olho de cada um.
Não faça isso, porque realmente é verdade".

"Liberdade é apenas mais uma palavra para definir a situação de quem não tem mais nada a perder"

"O que não mata, fortalece"

Transcrevi essas passagens do livro porque elas me fizeram pensar... todo fim de algo ou alguma etapa da nossa vida é complicado... mas término de relacionamento e uma questão muito complicada. Quantas pessoas passam por isso e pensam que a vida acabou. Sabe, por mais que seja difícil admitir, apenas o tempo se encarrega de fazer as coisas voltarem aos eixos. A vida volta a ter cor e acordar de manhã deixa de se tornar a tarefa mais difícil do mundo, mas infelizmente não é de um dia para o outro. E esse tempo, depende apenas de quanto tempo estamos dispostos a viver isso. E aí, é preciso ter consciência que a vida não fica em standby, aguardando que você retorne do seu mundo da fossa, para então voltar a aproveitar tudo que ela oferece...

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Escuridão



Às vezes, num momento de sufoco, nos sentimos mergulhados na escuridão dos sentimentos negativos.
Os problemas nos parecem mais graves e as soluções mais difíceis.
Mas, na verdade, nada está escuro ao nosso redor.
A ansiedade é que nos tira a capacidade de perceber a luz.

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010


Veio de manhã molhar os pés na primeira onda
Abriu os braços devagar e se entregou ao vento
O sol veio avisar que de noite ele seria a lua,
Pra poder iluminar Ana, o céu e o mar
Sol e vento, dia de casamento
Vento e sol, luz apagada no farol
Sol e chuva, casamento de viúva
Chuva e sol, casamento de espanhol
Ana aproveitava os carinhos do mundo
Os quatro elementos de tudo
Deitada diante do mar
Que apaixonado entregava as conchas mais belas
Tesouros de barcos e velas
Que o tempo não deixou voltar
Onde já se viu o mar apaixonado por uma menina? Quem já conseguiu dominar o amor? Por que é que o mar não se apaixona por uma lagoa? Porque a gente nunca sabe de quem vai gostar
Ana e o mar... mar e Ana
Histórias que nos contam na cama
Antes da gente dormir
Ana e o mar... mar e Ana
Todo sopro que apaga uma chama Reacende o que for pra ficar
Quando Ana entra n'água
O sorriso do mar drugada se estende pro resto do mundo
Abençoando ondas cada vez mais altas
Barcos com suas rotas e as conchas que vem avisar
Desse novo amor... Ana e o mar

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Chorar nao resolve.
Falar pouco é uma virtude.
Aprenda que se colocar em primeiro lugar não é egoísmo e o que não mata, com certeza, fortalece.
Às vezes mudar é preciso.
Para qualquer escolha se segue alguma conseqüência.
Vontades efêmeras não valem a pena.
Quem faz uma vez não faz duas necessariamente, mas quem faz dez, com certeza faz onze.
Essa história de que é melhor acordar arrependido do que dormir com vontade é mentira!
Perdoar é nobre, esquecer é impossível.
Nem todo mundo é tão legal assim, e de perto ninguém é normal.
Quem te merece não te faz chorar.
Quem gosta cuida.
O que está no passado tem motivos para não fazer parte do seu presente.
Não é preciso perder para aprender a dar valor e os amigos ainda se contam nos dedos.
Aos poucos você percebe o que vale a pena, o que se deve guardar para o resto da vida, e o que nunca deveria ter entrado nela.
Não tem como esconder a verdade, nem tem como enterrar o passado, o tempo sempre vai ser o melhor remédio....

Esse texto foi retirado do blog de uma amiga (http://loucurasdecarol.blogspot.com)... grifei as partes principais, ou melhor, as partes que mais me identifiquei... como considero esse espaço o meu diário (não tão diário assim, rsrsrs), considere tudo isso um desabafo, rsrsrs. Acho que pelas partes grifadas já diz tudo. O que me consola é que Deus sabe de todas as coisas. E embora no momento eu não consiga ver, Ele está cuidando de tudo para mim. Eu só preciso confiar nELE.

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

"O sucesso não é o final e o fracasso não é fatal: o que conta é a coragem para seguir em frente"
Preciso mesmo de coragem para seguir em frente...

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

"O tempo passava. Lenta, muito lentamente, meus sentimentos começaram a mudar. A paisagem do deserto muda muito gradualmente, enquanto leves brisas erguem grãos de areia e os movimentam, algumas vezes poucos centímetros, outras muitos quilômetros, de modo que, no fim do dia, quando o sol se põe, a face do deserto está completamente diferente da paisagem que havia de manhã, quando o sol se levantou sobre ele. Do mesmo modo, minúsculas mudanças se passavam em mim. Mas eram pequenas demais para que eu notasse enquanto iam acontecendo".
(Texto retirado do livro "Melancia" - autora: Marian Keyes - Ed Bertrand Brasil).

domingo, 7 de fevereiro de 2010

Insanidade???

"De forma temporária a insanidade veio sem ser chamada e gritou: "Entre, a porta está aberta". Por sorte, a Realidade chegou inesperadamente em casa e encontrou a Insanidade Temporária vagando livre pelos corredores da minha mente, entrando nos quartos, abrindo armários, lendo minhas cartas, espiando dentro de minha gaveta de lingerie, esse tipo de coisa. A Realidade correu e chamou a Sanidade. Depois de uma briga, ambas conseguiram expulsar a Insanidade Temporária e bateram com a porta na cara dela. A Insanidade Temporária agora está caída em cima do cascalho da estrada de acesso da minha mente, arquejando, furiosa e gritando: "Ela me convidou para entrar, sabem? Ela me connvidou. Me queria lá". A Realidade e a Sanidade estavam inclinadas para fora numa janela do andar de cima, gritando: "Vá embora, desapareça. Ninguém quer você por aqui. Se não for embora dentro de cinco minutos, chamaremos a polícia das emoções" (Texto retirado do livro "Melancia" - autora: Marian Keyes - Ed Bertrand Brasil).

Quando penso em você , parece que vou pirar... saudades do seu sorriso, saudades do seu olhar...

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Sentimentos

"Somos donos de nossos atos,
mas não donos de nossos sentimentos;
Somos culpados pelo que fazemos,
mas não somos culpados pelo que sentimos;
Podemos prometer atos,
mas não podemos prometer sentimentos...
Atos são pássaros engaiolados,
sentimentos são pássaros em vôo".

(Foto: Site Meme / texto: Autor desconhecido)

Garota perfeita????

"Quer umα gαrotα perfeitα? Comρrα umα Bαrbie... αrticulαdα, lindα, mαniρulαdα e que não pensα! Porque eυ tenho defeitos, personαlidαde própriα e cαpαcidαde mentαl.
Não! Eu não sou perfeitα como αs mulheres nαs revistαs; Sou αpenαs umα pequenα mulher por forα... com grαndes sonhos por dentro."

(Do site Meme)

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010


“...A vida é a arte do encontro, embora haja tantos desencontros nesta vida...” Vinícius de Morais
Verdade seja dita... a vida realmente é feita de encontros e desencontros... É claro que prefiro os encontros... que são alegres, divertidos. Não há nada mais gostoso do que encontrar aquilo ou quem estamos procurando... desde um vestido lindo para aqueeeeela festa ou até mesmo o amor da nossa vida...
Já os desencontros... esses são frustrantes, tristes, deprimentes. Desencontrar é parecido com "se perder de "... e, principalmente quando perdemos alguém ou um grande amor, é pior ainda... affs.. ninguém merece. "Se perder um amor, não se perca! Se o achar * (*encontro???), segure-o!" - frase conhecida também, mas essa já é para um outro post, heheheh...
Porém, o que seria da gente se a vida só fosse feita de encontros??? Nossas vidas iam ser lotadas... de coisas, pessoas, situações... chegaria um momento em que não teríamos espaço para o novo...
Na verdade, o que a gente nunca pode deixar é de encontrar Deus todos os dias e em todas as coisas ... e a nós mesmos, nos conhecendo e nos amando... assim, iremos sempre desencontrar com a infelicidade.

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Ame, como se ninguém nunca houvesse feito você sofrer... Trabalhe, como se não precisasse do dinheiro... Dance, como se ninguém estivesse olhando... Cante, como se ninguém estivesse ouvindo... Viva, como se fosse no paraíso! Curta o que de melhor a vida lhe oferece com toda intensidade, como se fosse o último dia de sua vida ... A vida muitas vezes é curta, mas mesmo assim seu caminho é longo. Nela aprendemos a sorrir, chorar, amar, sofrer e a renascer, para amanhecer e termos um lindo dia... Não deixe para amanhã o que pode ser feito hoje... o ontem é passado, amanhã um mistério...hoje uma DÁDIVA...por isso se chama presente!!!
A vida é fruto da decisão de cada momento. Talvez seja por isso, que a idéia de plantio seja tão reveladora sobre a arte de viver.
Viver é plantar. É atitude de constante semeadura, de deixar cair na terra de nossa existência as mais diversas formas de sementes.
Cada escolha, por menor que seja, é uma forma de semente que lançamos sobre o canteiro que somos. Um dia, tudo o que agora silenciosamente plantamos, ou deixamos plantar em nós,será plantação que poderá ser vista de longe...
Para cada dia, o seu empenho. A sabedoria bíblica nos confirma isso, quando nos diz que "debaixo do céu há um tempo para cada coisa!"
Hoje, neste tempo que é seu, o futuro está sendo plantado. As escolhas que você procura, os amigos que você cultiva, as leituras que você faz, os valores que você abraça, os amores que você ama, tudo será determinante para a colheita futura.
Felicidade talvez seja isso: alegria de recolher da terra que somos, frutos que sejam agradáveis aos olhos!
Infelicidade, talvez seja o contrário.
O que não podemos perder de vista é que a vida não é real fora do cultivo. Sempre é tempo de lançar sementes... Sempre é tempo de recolher frutos. Tudo ao mesmo tempo. Sementes de ontem, frutos de hoje, Sementes de hoje, frutos de amanhã!
Por isso, não perca de vista o que você anda escolhendo para deixar cair na sua terra. Cuidado com os semeadores que não lhe amam. Eles têm o poder de estragar o resultado de muitas coisas.
Cuidado com os semeadores que você não conhece. Há muita maldade escondida em sorrisos sedutores...
Cuidado com aqueles que deixam cair qualquer coisa sobre você, afinal, você merece muito mais que qualquer coisa.
Cuidado com os amores passageiros... eles costumam deixar marcas dolorosas que não passam...
Cuidado com os invasores do seu corpo... eles não costumam voltar para ajudar a consertar a desordem...
Cuidado com os olhares de quem não sabe lhe amar... eles costumam lhe fazer esquecer que você vale à pena...
Cuidado com as palavras mentirosas que esparramam por aí... elas costumam estragar o nosso referencial da verdade...
Cuidado com as vozes que insistem em lhe recordar os seus defeitos... elas costumam prejudicar a sua visão sobre si mesmo.
Não tenha medo de se olhar no espelho. É nessa cara safada que você tem, que Deus resolveu expressar mais uma vez, o amor que Ele tem pelo mundo.
Não desanime de você, ainda que a colheita de hoje não seja muito feliz.
Não coloque um ponto final nas suas esperanças. Ainda há muito o que fazer, ainda há muito o que plantar, e o que amar nessa vida.
Ao invés de ficar parado no que você fez de errado, olhe para frente, e veja o que ainda pode ser feito...
A vida ainda não terminou. E já dizia o poeta "que os sonhos não envelhecem..."
Vai em frente. Sorriso no rosto e firmeza nas decisões.
Deus resolveu reformar o mundo, e escolheu o seu coração para iniciar a reforma.
Isso prova que Ele ainda acredita em você. E se Ele ainda acredita, quem sou eu pra duvidar...

(Texto: Autor desconhecido - colaborador: Doug Oie, rsrsrs)

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010


(Foto minha sonhando, rsrsrs)

Hoje falei para minha prima q amo muito, uma coisa que estou aplicando em minha vida:
"Vc tem q ir de encontro aos seus sonhos e objetivos.
O resto virá, pode ter certeza...
Talvez não da maneira q vc quer e nem no tempo q vc quer... mas virá da maneira q te fará feliz!!!
Tudo depende do quanto vc acredita nisso!!!

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Renovada

Finalmente a luz.... fase muito boa para começar tudo de novo... páginas em branco em que quero preencher com muita cor, criatividade, felicidade. A energia é boa... nada como umas boas férias para dar um up.... agora sim o ano começa para mim... estou ansiosa para saber o q ele me reserva. Muitos planejamentos, entre eles o de procurar centrar minhas energias, canalizá-las apenas para o que for bom. E olhar para frente. O que tiver q acontecer será inevitável... o importante é atrair apenas energias boas.

Gostei dessa frase:

"...Resgate suas forças...E se sinta bem...Rompendo a sombra, da própria loucura...Cuide de quem corre do seu lado...E quem te quer bem...Essa é a coisa mais pura..." (Autor desconhecido)